DIA SIM, DIA NÃO

Prêmio de melhor documentário, no concurso Rio Criativo / FIRJAN 2008, Rio de Janeiro e Prêmio Curadoria e Prêmio Mochileiro (Popular) no Entretodos – 2º Festival de Cinema de Direitos Humanos em São Paulo, 2008. O documentário participou de 28 festivais: 17 no Brasil, 8 na Europa, 2 nos Estados Unidos e 1 na Ásia. O filme foi um dos indicados para o Grande Prêmio VIVO do Cinema Brasileiro 2010 (categoria Curta metragem).

“Eu estava dentro do ônibus, no Leblon, fim de tarde, voltando para casa, quando percebi que o que piorava o engarrafamento, era este homem que empurrava um carrinho no meio do caos. Percebí ali também o caos da vida do Renato e decidi correr em casa, pegar minha câmera e acompanhá-lo. Antes de “ver” o filme, eu vi um ser humano na minha frente  e quis ouvi-lo, vê-lo de perto, penetrar no abismo social que me separava de Renato, o personagem do filme.

No primeiro plano-seqüência, Renato não sabia que eu o estava filmando, nem o seguindo e isto está registrado no filme, esta tensão, esta linha que divide o desejo da aproximação e o medo de invadir. Mas encontrei uma criatura doce, um homem inteligente, um menino, um pai de família, um “esquecido”, que vive e dorme nas ruas do Rio de Janeiro. Renato engraxava sapatos, até terem roubado sua caixa, hoje recolhe papelão nas ruas para vender nos ferros-velhos da cidade e se alimenta das sobras das feiras.

“dia sim, dia não” é o fruto deste nosso encontro, do caminho que percorremos juntos. Os documentários, em geral, são imprevisíveis, são retratos, no caso deste, o retrato da lamentável e miserável realidade do Rio de Janeiro, de mais um esquecido pelo governo do Rio de Janeiro.

Com um mínimo de esforço do poder público é possível que Renato deixe de ser um personagem, para se tornar um cidadão incluído na sociedade, e também, a partir do momento que esta sociedade deixar de agir como se todos os Renatos fossem invisíveis aos nossos olhos.”

Eveline Costa, Diretora

Exibições:

  • 10º Festival de Cinema Brasileiro em Paris, França – 27/05/08
  • Fundação Casa Rui Barbosa – Cineclube ABDeC-RJ – 31/05/08.
  •  Estação Central do Brasil – Dia Mundial do Meio Ambiente,
  • Sesc Rio de Janeiro – 05/06/08.
  • Canal Brasil – 02/07/08 às 20h 30min e 06/07/08 às 12h 00min.
  • Mostra de Curtas da Casa da Gávea – Rio de Janeiro – 16/9/2008.
  • Mostra de Curtas da Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Rio de Janeiro – 2008.
  • Ateliê da Imagem – Urca, Rio de Janeiro – 03/10/2008.
  • 3º Festival de Cinema do Paraná – Curitiba – 10/2008.
  • Dia Nacional da Cultura- Teatro Sesi- Rio de Janeiro – 5/11/2008.
  • Cine Glória, Rio de Janeiro – novembro e 12/ 2008 e 01/2009.
  • Official Selection of New York Short Film Festival – 03/2009.
  • Mostra do Filme Livre – Centro Cultural do Banco do Brasil, Rio de Janeiro – 04/2009.
  • FEMINA Festival Internacional de Cinema Feminino – Caixa Cultural, Rio de Janeiro – 01 a 07/06/2009.
  • Seleção Oficial do Festival de Cinema de São Francisco, USA – 06/2009.
  • ATTITUDE – 5º Festival Internacional de video art e filme experimental – Centro de Artes Públicas Contemporâneas, Macedônia – 26 a 30/6/2009.
  • Festival de Cinema de Maringá – Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil – 03 a 10/072009.
  • Visões Periféricas – Caixa Cultural, Rio de Janeiro, Brasil – 21 a 26/07/ 2009.
  • Seleção Oficial do Festival de Cine Internacional de Barcelona, Espanha – 08/2009.
  • Perspektive – Festival Internacional de Cinema de Direitos Humanos  – Nuremberg, Alemanha – 30/09 a 11/10/2009.
  • Brasil Cine – Mostra de Filmes Brasileiros – Estocolmo, Suécia – 10/2009.
  • GIGUK – Gießen VideoArt Festival – Gießen, Alemanha – 31/10/2009.
  • Cinemateca Iugoslava – Belgrado, Sérvia – de 12 a 14/11/2009.
  • Seoul – Festival Internacional de Cinema de Direitos Humanos, Coréia – Maio 2010.
  • Festival Brasileiro de Cinema Universitário, Rio de Janeiro, Brasil  – Centro Cultural Correios e CAIXA Cultural, 28 de julho a 8 de agosto e Galeria Olido, Cine SESC e no Cinusp /SP, 10 a 15 de agosto 2010.

Entre as mais de 1400 obras do acervo do Festival Entretodos, o filme “Dia sim, dia não”, com direção de Eveline Costa, foi selecionado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e pela Curadoria do festival para ser exibido em diversas escolas do Município de São Paulo.

A obra será incluída em um dos 10 (dez) DVDs Temáticos juntamente com outros filmes selecionados e serão utilizados pelas Secretarias Municipais de Direitos Humanos e Cidadania e de Educação para levar a discussão acerca de Direitos Humanos nas escolas.