Jadranka Andjelic

Diretora sérvia, radicada no Brasil desde 2008, onde atua junto da Sequência filmes, músicas e cênicas, conduzindo os projetos de SEQUÊNCIA CÊNICAS. Fundadora do primeiro laboratório de teatro da antiga Iugoslávia em 1991, transformado dois anos depois no DAH Centro de Pesquisas Teatrais, com um programa de espetáculos, oficinas, palestras e festivais no Belgrado, Sérvia. Reconhecida pelo investigação de linguagens teatrais contemporâneas, conectadas com as questões do mundo atual. Graduada pela Academia Artes Dramáticas em Belgrado. Desenvolveu suas técnicas com o Odin Teatro, em seminários do Torgeir Wethal (1990 – 1994) e na ISTA-International School of Theatre Antropology de Eugenio Barba, em 1996 e 1998. ARTSLINK Fellowship em 1998, Nova York.

Em 2006 fez parte do ECUM  – Encontro Mundial de Artes Cenicas no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.  Apresentou a peça “Espelho Móvel”, no Encontro Nacional de Teatro de Rua, Angra dos Reis em 2007. No Brasil ministrou oficinas (UNIRIO, Amok Teatro, Teatro Tablado, UF Uberlândia, Belo Horizonte, Barra Mansa/SESI/Sala Preta, Festival de Teatro Fortaleza). No Brasil dirigiu: CIDADE IN/VISÍVEL, Rio de Janeiro, 2010 (Prêmio Myriam Muniz 2009); CATADORES DE SONHOS – Utopia com atores e alpinistas,  Rio de Janeiro, 2011 (Prêmio Myriam Muniz 2011 para circulação), MEMÓRIAS DO PEQUENO CIRCO, 2014. Conduze o Projeto de pesquisas cênicas – IMERSÕES, com grupo Sala Preta da Barra Mansa. Diretora artística (com Paola Vellucci) do  FESTIVAL INTERNACIONAL DE Mulheres nas Artes Cenicas – MULTICIDADE, 2015 no Rio de janeiro.

Viajou em turnês pela Europa, Brasil, Groenlândia, Marrocos, Mongólia e Inglaterra, Nova Zelândia, Singapura e EUA.  Ativa em vários redes teatrais (ANET, The Magdalena Project, Balkan Express, IETM, European OFF Theatre Network). Uma das fundadoras e Presidente do Conselho da Associação de Teatros Independentes de Belgrado (ANET) de 1999 até 2006.

Espetáculos: Esta Confusão Babilônica 1992; Os Presentes dos Nossos Antepassados  1992 ; Zênite 1993; A Lenda do Fim do Mundo 1995;  Lembrança dos Anjos  1996; Qarrtsiluni, 1997; Sun and Moon – 1999; Times of the Wind (Dinamarca); Landscape of Memories 2000 (Espanha /Sérvia); Memento 2002 (Dinamarca); Seekers 2005 (Sérvia); Espelho Móvel 2007 (Espanha/Sérvia); In/Visible City 2007/2008 (Sérvía); Procurando Eva (Brasil/Rio de Janeiro, Museu de República e SESC São João de Meriti, RJ/2009), CIDADE IN/VISÍVEL, Rio de Janeiro, 2010 (Prêmio Myriam Muniz 2009); CATADORES DE SONHOS – Utopia com atores e alpinistas,  Rio de Janeiro, 2011 (Prêmio Myriam Muniz 2011 para circulação), MEMÓRIAS DO PEQUENO CIRCO, 2014.

Diretora Artística: Festival internacional Art Saves Life/Arte Salva Vida, Belgrado, 1993 and 1994; Encontro Internacional de Oficinas, Belgrado, 1996; Simpósio: Nova definição do Papel Social do Teatro , Belgrado 2000; Festival de Teatros Independentes Belgrado 2000; Encontro Internacional de Teatro “RESISTÊNCIA e TRANSFORMAÇÃO”, 2001 Belgrado; Festival Internacional CROSS DISSOLVE, 2002 Belgrado;“Teatro como uma maneira de cura“, 2003; Fórum dos Teatros Independentes 2003; Encontro da Rede Balkan Express 2005, Belgrado;

Dieretora artistica de MAPA – Academia Móvel de Artes Cênicas (Holanda) para Sérvia, 2007/2008; Curadora do Festival Internacional de novo teatro – INFANT, Sérvia 2009/2010.  Diretora artística (com Paola Vellucci) de MULTICIDADE – Festival Internacional de Mulheres nas Artes Cênicas, Rio de janeiro 2015.

Prêmios: Luigi Pirandello Internacional Prize 1997 que Eugênio Barba dividiu com o DAH, Otto Renne Castillo Award – New York 2007, Prêmio de ERSTE Fundation (Europa) pelo espetáculo In/Visible City, 2009.

CONTATO > sequenciateatro@gmail.com

Jadranka Andelic is a theatre director from Serbia who lives and work in Brazil from 2008. Director of the theatre projects of SEQUÊNCIA CÊNICAS.  Founder (with Dijana Milosevic) of DAH Theatre in 1991, Belgrade, the first theatre laboratory in ex-Yugoslavia. In 1993 the company enlarged in DAH Theatre Research Centre with an ongoing program of performances, workshops, lectures, seminars and festivals. Graduated on the Academy of Drama Arts at University in Belgrade (Theatre Directing)  and later continued her professional development in contemporary performing arts in seminars of Odin Theatre 1990-1994 led by Torgeir Wethal. She took a part in the International School of Theatre Anthropology 1996 and 1998, led by Eugenio Barba. ARTSLINK Fellowship in 1998, Nova York.

Besides directing various performances in DAH Theatre Research Centre, Jadranka has been the artistic or managing director of  various festivals / meetings: Arts Saves Life Festival (1993 and 1994), International Theatre Workshop Meeting (1996) and Endurance and Transformation (2001), Theatre as Way of Healing (2003), Forum of Independent Theatres (2003), Balkan Express Meeting (2005). 

Between 1997 – 2002 she collaborated with international theatre company Teatret OM (Denmark) directed Qarrtsiluni, Sun and Moon,  Times of the Wind and Memento.  In 2000, directed the international production Landscape of Memories,  (commissioned by INFANT Festival, Novi Sad). After 2003 she created performances under name of Jadranka Andjelic Project Seekers, The Shifting Mirror), initiated the Project in the public transport – In/Visible City, gives the workshops and lectures and direct activities in Dah Theatre Research Centre. In 2006 she was invited to present her work on ECUM – International Meeting of Theatre Artists in Brasil.

2008 she moved to Brasil. She joint Sequência Filmes, Músicas e Cênicas in Rio de Janeiro, leads a workshops (Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Uberlândia, Barra Mansa, Fortaleza) and direct performances (Cidade In/Visível in 2010, Catadores de Sonhos – Utopia com atores e alpinistas in 2011, Memórias do Pequeno Circo in 2014). From 2013-2015 conducted the Theatre Research Project “IMERSÕES” (IMMERSIONS) with Sala Preta Group.

Artistic director of MAPA Serbia (Mobile Performing Arts Academy) 2007-2008. Artistic director of International theatre festival INFANT, Novi Sad, 2009 and 2010.

Active in various networks (The Magdalena Project, Balkan Express, European OFF theatre network). She was one of the founders and Head of the Board of Association of Independent Theatres (ANET)1999-2005. 

In 1997 Eugenio Barba, shared the “Luigi Pirandello Award” with Jadranka Andjelic, Dijana Milosevic and DAH Theatre, among few other companies in the world. She is recepient of Otto Rene Castillo Award for political theatre in 2007, New York, USA and The ERSTE foundation Award for the perfromace In/Visible City 2009.

She toured extensively in Europe and Brazil, Greenland, Morocco, Mongolia, New Zealand, Singapore, UK, USA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s